Massa Chinesa com 3 Carnes



E vivam os aproveitamentos!

Dei comigo a abrir o frigorífico e a dispensa e a encontrar: um tupperware com um bife que tinha sobrado do jantar, outro com resto de frango, outro com um bifinho de perú perdido, uma meada de massa chinesa perdida, uma lata de rebentos de bambu quase a passar de prazo...

Tinha de fazer qualquer coisa, não podiam simplesmente "morrer" ali!

Ingredientes
* 1 meada massa chinesa
* 1 lata pequena de rebentos de soja
* 1 lata pequena de rebentos de bambu
* 2 ovos
* 1 bife de peru partido às tirinhas
* 1 bife de vaca cortado às tirinhas
* Frango desfiado
* Molho de soja
* Sal
* 1 cenoura ralada
* Azeite
* Alho em pó
* 2 dentes de alho

Cozi a massa em água abundante e reservei; no wook, aqueci um fiozinho de azeite no qual salteei o alho e juntei o ovo, batendo sempre energicamente para que ficasse mexido. Depois juntei as carnes e salteei, depois os legumes e por fim a massa. Rectifiquei de sal e polvilhei com alho em pó e no fim envolvi tudo com molho de soja.

Simples, rápido e acabaram-se os restos na dispensa e no frigorífico! :)

posted under , | 1 Comments

Doce de Custard





Fim de semana preguiçoso, em que tive uma visita inesperada para almoço. E agora, o que faço para sobremesa? Booooolaaaaaassssss!!!!

Andei a cuscar a dispensa e vi o pacote de farinha custard. Confesso que nunca tinha experimentado, já tinha ouvido dizer que era bom, mas nunca tinha feito. Li a receita e segui-a religiosamente.

Para tudo há uma primeira vez!

Ingredientes
* 1/2 litro de leite
* 2,5 colheres de sopa de farinha custard
* 3 colheres de sopa de açúcar
* 1 casca de limão
* 50 grs manteiga
* 1 pau de canela
* Canela em pó

Dissolve-se a farinha num pouco de leite e mistura-se bem. Junta-se os restantes ingredientes e leva-se a lume brando, mexendo sempre até engrossar. Põe-se em tacinhas, polvilha-se com canela em pó e vai ao frio a refrescar (o meu filho embirrou com a canela, de forma que não pus na tacinha dele).

Muito, muito bom e excelente num aperto como este! O problema é que estas quantidades só deram as quatro tacinhas da imagem... Para a próxima triplico a receita!!!

E sabem que mais? Deve ser óptimo com arroz doce!! Qualquer dia experimento...

posted under | 4 Comments

Arroz de Forno



Quando faço frango no forno ou arroz de pato, por vezes, aproveito a água de cozedura da ave para preparar um arroz de forno. É extremamente simples e muito saboroso.

Ingredientes
* Arroz
* Água de cozer o pato ou o frango
* Sal
* Cebola
* 1 caldo knorr de galinha
* Chouriço de carne

Cozo o arroz na água de cozer a ave, rectificando os temperos com o caldo knorr de galinha e, se necessário for, com sal. Junto cebola cortada aos bocados muito pequeninos e deixo cozer.

Depois do arroz cozido, vai ao forno para secar a água; depois tiro, coloco o chouriço cortado às rodelas e volta a ir ao forno para tostar o chouriço.

E fica uma delícia!

posted under | 3 Comments

Bolinhos Fritos à Katy




Na verdade, na receita original, estes bolinhos eram argolinhas. A receita vem do livro que herdei da minha bisavó e ao qual ainda recorro com bastante frequência. Eu e a minha avó fazíamos estes bolinhos muitas vezes, mas enquanto ela fazia fielmente as argolinhas, eu - adolescente teimosa - fazia a coisa de outra forma e usava um copo para formar os bolinhos. E da primeira vez que a minha avó viu os bolinhos? "Oh, olha que nunca me ocorreu fazer isso!"

Já não fazia estes bolinhos há que tempos, e desta vez recorri ao uso de um dos meus cortadores de bolacha.

Ingredientes
* 1 ovo
* 12 colheres de sopa de farinha
* 4 colheres de sopa de açúcar
* 1 colher de sopa de manteiga (usei vaqueiro especial para bolos)
* 2 colheres de sopa de leite
* 1 colher de chá de fermento (não usei, a farinha já tinha fermento)
* Açúcar e canela para polvilhar

Bate-se o ovo com o açúcar até ficar cremoso; juntei o leite e a margarina derretida, e depois a farinha. Envolvi com as mãos, mas achei a massa muito pegajosa, e por isso fui juntando mais farinha até despegar das mãos.

Depois da massa batida, estende-se com o rolo e dá-se a forma que se quiser. Vai a fritar em óleo não muito quente, e depois envolve-se numa mistura de canela e açúcar.

Não me lembrava desta massa tão pegajosa, mas a verdade é que já há anos não fazia estas bolachinhas/bolinhos/o que quiserem chamar-lhe. O facto é que são deliciosas e vão bem com um chá, um café ou simplesmente um copo de leite.

posted under | 6 Comments

Frango com Sumol Ananás




Pois é, mais um dia em que me esqueci de deixar comida a descongelar. Apre! Apreeeee! Então e agora? Bem, tinha ali um franguinho (congelado, já se sabe), que pedia uma panela. Mas e depois?

Ingredientes
* 1 frango partido aos bocados
* 1 sopa de cebola
* 400 ml sumol ananás

Dei um entalão ao frango na panela; depois dispus numa travessa de ir ao forno, polvilhei com a sopa de cebola e reguei com as duas latas de sumol. Foi ao forno durante uma hora, mais ou menos (virei a meio) e sabem que mais? Ficou delicioso!

São servidos?





posted under | 3 Comments

Bolachas Húngaras



Confesso honestamente que sou viciada nestas bolachas. Compro umas no Minipreço que acho que são muito saborosas, mas tinha de as fazer! Sobretudo porque depois da experiência com a pasta de açúcar, o meu filhote entusiasmou-se com os cortadores e agora queria experimentar.

Resumindo, eu tive a ideia, eu tive o trabalho da massa, eu tive o trabalho da limpeza e ele teve o trabalho de usar os cortadores. Resultado, o pai chegou a casa e diz ele todo contente: "Pai, tive a fazer bolachinhas e a mãe ajudou!"

(Ainda eu estava a limpar a bancada da cozinha!!!!)

A receita é da Narwen e tirei-a do Sabor Intenso.

Ingredientes
* 300 grs farinha
* 250 manteiga amolecida (usei vaqueiro especial para bolos)
* 100 grs açúcar
* 2 ovos
* 1 colher de chá de fermento em pó
-> Chocolate
* 200 grs chocolate culinária
* Margarina (pus a olho, usei vaqueiro especial para bolos)

A margarina ainda estava muito fria, por isso pus por segundos no microondas para amolecer; juntei os ingredientes todos e amassei muito bem até ficar uma massa homogénea (tive de usar mais farinha para descolar a massa das mãos, porque tanta margarina para tão pouca farinha fez com que a massa ficasse muito maleável - a ponto de partir, por vezes - e pastosa). Estendi com o rolo da massa - bem enfarinhado - e fiquei a ver o garoto escolher e usar os cortadores que bem quis.

Foi ao forno por 10-15 minutos, a 180º C.

Depois deixei arrefecer, e fiz o chocolate. Em banho-maria, derreti o chocolate com a margarina, envolvi muito bem e quando ficou líquido e cremoso molhei as bolachinhas. Deixei arrefecer em cima da rede e tentei enxotar o guloso do ajudante.

Resultado, chocolate espalhado pela bancada e fiquei com três bolachinhas de perda. Mas o garoto estava deliciado!

Confesso humildemente que queimei a primeira fornada porque estava com uma bebé muito aborrecida em mãos; mas as outras saíram óptimas.

posted under | 2 Comments

Bolo Fofo de Café




Vi esta receita numa revista "Cozinha Maravilha" dedicada ao café e ao chocolate (e, como boa choco e cafeínodependente que sou, resolvi comprar), decidida a fazer várias receitas da revista. Esta foi a primeira.

Ingredientes
* 7 ovos
* 300 grs açúcar
* 250 farinha
* 1 colher de sopa de fermento em pó
* 2 dl café forte e frio
* Margarina e farinha para untar e polvilhar

Liguei o forno a 180º C e untei e polvilhei a forma de buraco. Verti as gemas para uma tigela e juntei 200 grs açúcar, mexendo até triplicar o volume. Adicionei a farinha, o fermento e o café e voltei a misturar (vi-me grega para desfazer os grumos). Bati as claras em castelo, adicionando o açúcar restante aos poucos e poucos e batendo até ficarem bem firmes e brilhantes. Depois envolvi na mistura.

Foi ao forno a 180º C por mais ou menos 50 minutos.

Este bolo ficou realmente muito fofinho nos três primeiros dias. Mas ao quarto já ficou parecido com borracha, provavelmente por não ter levado gordura nenhuma, nem azeite, nem margarina... Também não achei que soubesse muito a café, apesar de ter levado 2 dl e de ser café bastante forte.

Seja como for, não há dúvida que com uma caneca de leite fresquinho ou com um cafezinho bem quentinho, o bolo marchou que foi uma maravilha!

posted under | 5 Comments

Molho de Café




No outro dia tinha ali umas costoletas a pedir para irem para a frigideira. Só que me apetecia um molhito para acompanhar, o que querem? Acordei para o lado guloso da cama!

Ingredientes
* 1 cálice de vinho do porto
* 1 café forte (tirei uma bica cheia da máquina)
* 1 dl de leite

Depois de ter fritado as costoletas, aproveitei a gordura que ficou na frigideira e deitei o vinho do porto, mexendo sempre com o garfo para soltar os pedaços que ficaram agarrados; depois juntei o café e o leite e envolvi, deixando levantar fervura.

Delícia! Só acho é que ficou um pouco líquido de mais, se calhar para a próxima misturo uma colherzinha de maisena no leite para ajudar a engrossar.

posted under | 1 Comments

Lulas em Azeite



Este prato é muito parecido com os choquinhos à algarvia e derivou de uma receita da minha mãe.

Num almoço cá em casa, tinha ali umas lulas que não sabia o que lhes havia de fazer. Ainda por cima, depois de cozinhadas, as lulas tendem a desaparecer! Apre! Então, o que fazer? Feijoada? Ná, estava quente para isso. Recheadas? Eram pequeninas para isso.

Então, a minha mãe saiu-se com esta sugestão.

Ingredientes
* 2 kg de lulas
* Azeite
* 1 cabeça de dentes de alho
* Sal e alho em pó
* 1 malagueta

Arranjei e temperei as lulas de sal e alho em pó; refoguei o alho esmagado em azeite, após o que juntei as lulas, já descongeladas, e deixei estufar. A meio, juntei uma malagueta pequena partida aos bocadinhos.

Servi com puré.

Que delícia! E tão simples de fazer!

posted under | 4 Comments

Arroz de Pato




Já tinha colocado aqui a receita da minha mãe de Arroz de Pato. No entanto, regra geral, faço de outra forma.

Desta vez, éramos só dois gatos pingados à mesa, pelo que resolvi fazer só meia dose.

Ingredientes
* 1/2 pato
* Arroz
* Sal
* Cebola
* 1/2 chouriço de carne

Cozi o pato em água e sal, tendo misturado uma cebola partida aos bocadinhos na água. Quando o pato já estava cozido, retirei e reservei a água. Desfiei o pato e aproveitei a água para cozer o arroz; rectifiquei de sal.

Num tabuleiro de ir ao forno, dispus o pato desfiado, cobri com o arroz e foi ao forno para secar; passado algum tempo, retirei, dispus o chouriço cortado aos bocados e voltei a colocar no forno.

Ficou uma delícia!

posted under | 2 Comments

Salsichas à Brás



Dia em casa com dois garotos constipados, uma das quais ainda nem 3 meses tem. E o mais velhinho muito rabuja e sem vontade de comer.

Como gosta imenso de salsichas e de ovo - se eu fosse na conversa, era o jantar todos os dias - resolvi adaptar.

Fiz este almocito para nós dois.

Ingredientes
* 200 grs batata palha
* 1 lata 8 salsichas
* 4 dentes de alho
* Azeite
* Sal e pimenta
* Salsa
* 4 ovos

Refoguei o alho no azeite, após o que juntei as salsichas cortadas aos bocados. Envolvi e juntei a batata palha. Por fim, os ovos batidos com salsa picada, usei da congelada. Envolvi tudo muito bem e juntei umas gotinhas de limão para desenjoar.

Quem não queria comer comeu e adorou! =)

posted under | 3 Comments

Bolo do Dia da Mãe (com Pasta de Açúcar)





O dia da mãe é todos dias, quanto a mim. Somos mãe as 24 h do dia, os sete dias da semana, os 12 meses do ano. Mas a verdade é que o primeiro domingo do mês de Maio é especial: é reservado exclusivamente para as mães.

Por isso, e porque a minha vinha cá almoçar a casa, decidi fazer um miminho especial.

O bolo já cá está a receita, é a do bolo de gelatina, mas deixo aqui novamente a receita.

Ingredientes
-> Bolo
* 4 ovos
* 1 chávena de chá de açúcar
* 1 pacote de gelatina (usei as duas saquetas)
* 1 pacote de natas (2 dl)
* 2 chávebas de chá de farinha com fermento
-> Recheio
* Nutella
-> Decoração
* Pasta de açúcar nas cores branco e rosa

Bati os ovos com o açúcar, após o que juntei a gelatina. Mexi tudo e depois juntei as natas e a farinha, voltando a mexer. Foi ao forno em forma untada e polvilhada.

Depois de frio, desenformei e cortei ao meio. Recheei com nutella e voltei a "tapar" o bolo. Cobri a toda a volta com nutella e pus a pasta de açúcar por cima.

Trabalhar a pasta de açúcar é como trabalhar plasticina. O calor das mãos torna a pasta maleável e permite esticar com um rolo da massa; depois é só cobrir o bolo.

Para que a pasta de açúcar cole na outra pasta, requer um pouco de água, nada mais.

Este bolinho ficou simples, bonito e foi do agrado das mães presentes à mesa =)

Mensagens mais recentes Mensagens antigas Página inicial
Com tecnologia do Blogger.

Mensagens populares

You can replace this text by going to "Layout" and then "Page Elements" section. Edit " About "

Featured Posts

Followers

Contagem de Gulosos!

free web counter

Também estou aqui!

Top blogs de receitas
Ocorreu um erro neste dispositivo

About Me

A minha foto
Lisboa, Lisboa, Portugal
Olá! Sou uma orgulhosa mãe e esposa que descobriu recentemente que adora cozinhar. E lá vou eu para a cozinha fazer asneiras! Quando não estou com a mão na massa, estou a ler, a analisar, a observar. E como toda a gente, tenho a minha opinião.

Morto Para Te Ver

Morto Para Te Ver
Lançamento a dia 10 de Maio, conto convosco!

Traída

Traída
Já à venda! (Clique na imagem para o adquirir)

Premonições

Premonições
Colectânea em que participo com um conto meu. Mais do que um livro, são lições de vida!

    Follow by Email


Recent Comments