segunda-feira, janeiro 03, 2011

Torta de Ovos


Esta torta foi uma das convidadas para a mesa de Natal lá em casa, o chato é que nunca a consigo enrolar muito bem, desmancha-se ligeiramente.

A avaliar pela reacção da família - comeram e lamberam os dedos - não se importaram muito...

Ingredientes
* Massa
     * 200 grs açúcar
     * 7 ovos
     * 1 cc aroma de baunilha
     * 200 gr de farinha (o ideal é farinha de trigo, mas não tinha, usei da normal)
     * Manteiga para untar (usei mesmo manteiga e não margarina, acho que fica com um paladar mais suave e mais agradável)
* Recheio - Doce de Ovos
     * 6 gemas
     * 1 dl de água
     * 200 grs açúcar
* Cobertura
     * 4 dl de natas
     * Açúcar q.b.

Comecei por facer o doce de ovos (apesar que aconselho a fazê-lo de véspera para ficar com a consistência adequada). Levei a água com o açúcar ao lume, mexendo sempre, até começar a ferver. Contei sensivelmente três minutos e retirei do lume, deixando arrefecer. Bati as gemas e juntei a água com açúcar já frio, misturando tudo muito bem. Levei ao lume para engrossar e depois de ferver um pouco, retirei e pus numa tigela para arrefecer. Quando estava a uma temperatura mais amena, coloquei no frigorífico para arrefecer.

Passei depois para a massa. Liguei o forno a 180º mal acabei de fazer o doce de ovos; untei um tabuleiro com manteiga, forrei com papel vegetal, voltei a untá-lo e pus de parte; bati o açúcar com os ovos inteiros até ficar bem espumoso; adicionei a farinha e o aroma de baunilha e voltei a bater tudo; depois verti para o tabuleiro (e confesso que pensei que ia sair tudo uma trapalhada porque a massa estava muito líquida, mas vá lá, ficou boa). Ficou no forno sensivelmente 30 minutos.

O doce de ovos já estava frio e consistente. Quando tirei a torta do forno, foi muito fácil desenformá-la pegando nas pontas do papel vegetal e colocando-o sobre um pano húmido. Barrei com o doce de ovos e usei o pano para a enrolar (desmanchou-se um bocadinho, mas penso que fosse por estar ainda quente), mantive-a embrulhada no pano e coloquei-a no frio por mais 30 minutos.

Enquanto a torta arrefecia as ideias, bati as natas, juntei o açúcar e continuei a bater. Depois pus no frigorífico; quando tirei a torta do frio, retirei o pano, barrei-a com as natas e salpiquei com o chocolate ralado.

Deliciosa!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Olá! Obrigado por virem ao meu cantinho!

Beijinhos!